ÚLTIMA VISITA

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

| | |
Dias de ansiedade à espera da visita que não vem,
Do encontro que não aconte
Do desejo que não mais apetece.
Foi tudo reprimido, engolido, escarrado e cuspido
Criou-se um muro de proteção
Para suprir tamanha dor no coração
Está ai a verdade para quem quiser ver...
Um dia te amei, amei em vão
E agora resta apenas as feridas em meu coração

=)

2 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Tatha,

A visita não vem, o encontro não acontece, mas enquanto o coração estiver batendo sempre haverá uma esperança.

Um beijo!
Alcides

Acontecimentos
Composição: Marina Lima/Antonio
Cicero

Eu espero
Acontecimentos
Só que quando anoitece
É festa no outro apartamento

Todo amor
Vale o quanto brilha
E aí
O meu ainda brilhava
Brilho de jóia e de fantasia

O que que há com nós dois, amor?
Me responda depois
Me diz por onde você me prende
Por onde foge
E o que pretende de mim

Era fácil
Nem dá pra esquecer
E eu nem sabia
Como era feliz de ter você

Como pôde
Queimar nosso filme
Um longe do outro
Morrendo de tédio e de ciúmes

O que que há com nós dois amor?
Me responda depois
Me diz por onde você me prende
Por onde foge
E o que pretende de mim

_TaTHa_ disse...

Alcides!

Esperança ou ilusão?

=)