O QUE ELE NÃO DIZ

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

| | |
Quase 12h de uma sexta-feira qualquer de verão. Como combinado, ela chegou ao escritório para buscá-lo para almoçar como haviam combinado na semana anterior.
Em meio a uma reunião que perdurava por toda a manha, ele pediu para que ela o aguardasse por mais 30 minutos.
Juntos desceram para o almoço.
Frios. Olhares mudos se cruzavam.
No restaurante, apenas o burburinho do ambiente... nenhuma palavra. A comida “desceu” indigesta. Após o café, ela para o shopping, ele de volta ao escritório.
Ela e a amiga confabularam, caminharam, compraram. E durante aquela tarde: shopping, academia, salão.
Ao entardecer, quando chegou em casa, uma caixa enorme sobre a cama. Espantada e ao mesmo tempo curiosa, não se conteve e abriu. Dentro, uma fina lingerie preta, com rendas e babados; um vestido longo, a reserva do baile de gala e um cartão:
“Querida,
Desculpe-me se muitas vezes não soube expressar o quanto você me é importante.
Mas saiba que muito lhe amo.
Bjo”


=)

2 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Tatha,

Os "negócios" estão deixando as pessoas insensíveis.

Ontem li uma matéria sobre futebol. A tv Corinthians, blá, blá, blá.

Uma coisa que me chamou atenção é que os jogos principais não serão transmitidos pela tal tv. Com certeza, coisas da Globo.

Durante o jogo o canal terá uma tela preta, com os dizeres: "Nada é mais importante agora do que o jogo do Corinthians".

Bom se pudéssemos aproveitar esta frase e, pelo menos por um segundo, estampar no rosto um coração "Nada é mais importante agora do que o meu amor." Isso para o chefe e outras pessoas verem, para a pessoa amada poderia ser assim; "Nada é mais importante, agora e sempre, do que o meu amor por você!"

Beijos!
Alcides

_TaTHa_ disse...

Alcides,

Pois bem... as relações humanas estão cada vez mais frívolas.
E o lado pessoal deixado cada vez mais de lado.
O motivo???
Talvez o trabalho, talvez uma relação frustrada, talvez uma forma de defesa...
Muito "profissionalismo"
Pouca maturidade emocional.

Coisas da vida, não

=)