É A MINHA PAIXÃO

quarta-feira, 13 de maio de 2009

| | |
Acabada, fisicamente destruída, mas em êxtase profundo.
Um rubor quente que me sobe à face, os lábios estão roxos, a respiração intensa e ofegante. O suor molha minha roupa, percorre meu corpo e escorre pelas minhas costas. O coração bate em ritmo acelerado e o corpo corresponde rapidamente aos estímulos. Estou ligada, atenta.
Concentra, respira... e ao fundo ouço a voz que ecoa:
- Levanta o cotovelo, gira o quadril, fecha a guarda!
- Respira, solta o ar pela boca. Bate sequinho e volta. Vai! Vai! Vai!
Pode até parecer estranho para que lê, mas essa cena faz parte do meu cotidiano, dos meus treinos, da minha vida fora do binômio escritório-computador.
Sou praticante de sanshou, também conhecido como boxe chinês - técnica de luta que consiste em socos, chutes e queda.
O esporte se tornou a minha paixão, minha válvula de escape, meu tranqüilizante, meu porto seguro. É mais que um mero exercício físico, é mais que pura estética. É adrenalina, controle do corpo e da mente. É uma estratégia de combate, uma arte marcial. É a busca da perfeição na beleza do movimento e na plasticidade da luta.


“O sanshou (散手, literalmente, punhos livres) é a forma desportiva de combate dentro do Kung-Fu. Sem perder potencial marcial, ele difere do combate tradicional por não empregar técnicas excessivamente perigosas como torções localizadas e golpes contra pontos críticos ou vitais como olhos, garganta, joelhos e genitais. Mesmo sem partir para golpes drásticos, porém, um bom lutador de Sanshou é - tecnicamente falando - um adversário absolutamente digno de respeito. Como o combate tradicional, o sanshou exige técnica apurada, velocidade, preparo físico intenso e a noção exata de equilíbrio e tempo.”


=)

5 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Que escritora perfeita!

Pensei que estivesse lendo uma cena fora do binômio escritório-computador, só não imaginei que fosse "coisa da China". Mas enfim, se é tranquilizante, vale a pena.

Um momento assim, "tranquilo e infalível como Bruce Lee", precisamos muito. Curta essa sua paixão.

Um beijo!
Alcides

_TaTHa_ disse...

Alcides,

Imaginação foi loooooonge, neh...rs.
Mas a descrição é essa mesma.
Após o treino de combate, a sensação é exatamente essa.
Simplesmente magnifico.
Treino há um ano e estou cada vez mais apaixonada.
Me encontrei nesse esporte: é dinâmico, agitado... minha cara, rs.

=)

prit disse...

realmente incrível a descrição dos fatos.... hehe

onde vc treina?!??!

é mto bom ter uma "válvula de escape" !! ;)
adorei.

@lu_sanda disse...

Belo texto! =]

_TaTHa_ disse...

Lu!!!
Que bom q você gostou!
Seja bem vinda ao blog
Bjo
=)