Ode a você

quinta-feira, 14 de maio de 2009

| | |
Mais uma vez vou publicar um poema escrito por um conhecido
Mas desta vez, com muita dor no coração...
Imagino o quanto não sofra essa pessoa para que surjam palavras tão rudes, com tanto ódio e amargura. E mais, jogá-las no papel perpetuando o sentimento, deixando a ferida sempre vulnerável à lembrança...
A dor deve ser tamanha...
Mas enfim, como disse em post anterior, como compreender os sentimentos, não é mesmo?
Vale a leitura e a intensidade do poema.

=)



Ode a Você

Você tentou tornar fidelidade em infidelidade
Você tentou tornar confiança em insegurança
Você tentou plantar insensibilidade no coração sensível

Com amargura escrevo esses versos

Você tentou plantar mentiras nas verdades
Você tentou contar estrelas em outros céus
Você tentou ludibriar justo quem abriu a porta

Com tristeza escrevo esses versos

Você tentou cravar facas na minha porta
Você tentou sabotar o amor
Você tentou trazer o anti-amor

Com esperança escrevo esses versos

Que a infidelidade floreça um lindo campo de fidelidade na sua vida
Que o Anti-amor de frutos de muito amor na sua vida
Que das mentiras nasça um pomar de grandes árvores da verdade
Que da insensibilidade escorra um rio lindo de sensibilidade

Que a vida sorria com seu maior ardor
Mesmo com a dor que vc espalha pelo mundo

Versos que deviam ser de amor, são de providência.

2 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Tatha,

Os versos são realmente de muita amargura, mas a poesia não é conto de fadas, por isso quese nunca se diz "...e foram felizes para sempre".

Me lembrei de um poema chamado Ode Ódio, mas só do título, nem sei se tenho guardado, mas vai na mesma balada do poema que você postou.

Beijos!
Alcides

_TaTHa_ disse...

Concordo com vc, Alcides
É na dor que crescemos, que aprendemos, que nos esforçamos para alcançar uma janela aberta.
Mas isso é tão forte, tem tanta raiva que me deixou muito trsite quando li.
Imagino que deva ter sido um período muito dificil, qdo ele escreveu.
Como é mesmo que dizem os versos?

"Quem inventou o amor
Me explica por favor"

=)