A LISTA

sexta-feira, 6 de junho de 2008

| | |
Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?


Canção de Oswaldo Montenegro, postada com carinho especial para meu mais novo amigo, mesmo que virtual, Alcides.
Querido, eu conhecia essa música sim, mas não me atentei ao nome (aqui em off, sou péssima para nomes de músicas, autores, obras, etc, etc, etc.. rs)
Ela já foi conteúdo para as apresentações que circulam pela web.
Mas pensemos... é um retrato do nosso crescimento, de como deixamos nossa vida pessoal de lado para assumirmos uma postura profissional, para formarmos nossa família, sustentarmos a casa e assim vai...
É uma reflexão, eu diria que mais serena sobre a crise dos "vinte e poucos anos" é um complemento. Valeu pela dica...
=)

3 comentários:

Alcides disse...

Tatha,

Obrigado pelas palavras!
Quanto à música, é um momento de grande introspecção quando trabalho com alunos do supletivo.Vou questionando e explicando verso por verso e no final vejo a cara de vazio de cada um.É aí que vou falando de valores, eles gostam muito.

Um beijo!
Alcides

_TaTHa_ disse...

Valores...
Quantos de nós perderam os valores e não se importam mais com conceitos. Quando se dão conta, já é tarde.
=)

Cris disse...

Esssa letra é PERFEITA!!!
Realmente é de refletir.To até imprimindo para levar para casa. Caracas.. muito boa essa letra. Eu não conhecia.
Valeu a dica, Alcides!!

beijos aos dois!