Insustentável leveza

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

| | |
Te quero no meu pensamento,
Te quero livre de memórias e de conceitos.
Te quero como se quer algo intangível e mágico,
Como algo que surte e que faz efeito.
Te quero como se muda uma planta de lugar: daqui pra lá - e só.
Te quero como quem tem uma sede esquisita de algo que nunca experimentou.
Te quero “presente na saudade”,
Te quero na circunstância e na leveza do ser,
Tão insustentável de tão leve,
Ao ponto de não poder te ter.

4 comentários:

Flávia Fabri Cesário disse...

Que lindo! É seu?

Creezy disse...

Oi Flá!
É meu sim! Fico feliz que vc tenha gostado. Obrigada!
Beijos e obrigada pela visita!!

Flávia Fabri Cesário disse...

Lembra daquele amigo que comentei com vc, que havia escrito alguns poemas pra mim?
Ele adoraria ler seus pensamentos. Posso indicar o seu blog pra ele?
Beijo!

Cris disse...

Oi Flá! Pode me indicar ao seu amigo sim! Eu adoraria também ter seu blog linkado ao meu! Coloque-nos em contato. Beijos!