Ser Pop

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

| | |
Hoje eu vi uma coisa que me deixou perplexa . Aliás, 2 coisas: N a capa da revista Carta Capital, a pergunta "Deus Existe ?". E a outra coisa foi uma capa de revista de 5ª categoria com uma mulher em cima de outra, ambas com a bunda bem empinada e, por literalmente um fio, n ão mostravam o esfíncter.
A minha angústia do dia é: O que é que eles querem? O que a mídia quer? Quer um mundo sem Deus para poder mostrar o esf íncter sem culpa? Uma população robotizada, uniformizada na questão religiosa , moral e ideológica, um bando de gente questionando a existencia de Deus e achando pop mostrar a bunda?
O nosso povo hoje não tem acesso a boas instituições escolares, o ensino público é uma lástima, as faculdades privadas lembram as lojas dos shoppings, onde os vendedores v ão buscar seu público na praça de alimentação, para garantir seu 2% de comiss ão. Na pólítica, nem se fala: c orrupção na cara do povo! Ninguém faz nada ! O que é isso? Uma grande incapacidade coletiva? Ou relamente pôde-se massificar o pensamento? Ou comodi zá-lo: " Deixe que eles resolvam" ou "Não sou eu quem vai mudar o mundo". Reclamações vãs. Quem não faz nada, tamb ém não tem o direito de reclamar da situação. Estamos vivendo em uma verdadeira forma ideológica, onde as pessoas se condicionam, massificam seus ideais . Ou seja, não existe mais o individualismo porque todo mundo quer ser pop!
Ninguém saiu às ruas quando decidiram retirar da grade de ensino as disciplinas Educação Moral e Cívica, que dava certa condiç ão ao o indivíduo de interar-se da política e da moral. Nas escolas, o aluno acata o professor: " Fala baixo aí que eu to pagando o seu sal ário"! O que?? E o professor não diz nada, pois seria contrariar o Construtivismo ?? Agora, além de todo esse caos, vem a mídia impulsionar a venda dos livros que declaram o ateísmo como "Nova Religião "! O que se pretende fazer com o povo, se por tantas vezes é pela fé que o cidadão não sucumbe! É pela fé que se edifica, que se constrói! É pela fé que se faz valer a última esperança. É o fio ao qual se agrarra na pior das situações! E agora José? Vamos, a mais essa, nos deixar levar? Vamos nos deixar calar, nos resignar, nos mutilar?
E então, o que nos restará? Ser pop? Sem educação, sem ética, moral, ideais, política e agora, sem Deus, o que nos resta, se não mostrar o esfíncter?


Essa eu escrevi no finzinho do ano passado e alguns amigos (dentre eles Flá de Lua e Alcides) já tiveram a oportunidade de ler e comentar, via e-mail. Mas, acho válido registrar aqui também, especialmente para a posteridade ter acesso - e também para minha própria consulta, quando tiver crise de valores. Vale a pena ler! Boa Reflexão.

3 comentários:

Flávia Fabri Cesário disse...

Você me enviou este textpo por email ano passado. Vou publicar a minha resposta aqui, pois a mesma não mudou:

Ótimo texto!

Concordo plenamente. Por diversas vezes, me faço as mesmas perguntas e estes questionamentos sempre voltam.

A última vez, aconteceu quando fui reclamar com a coordenação de curso sobre um professor que somente brincava em sala de aula. A reação dos meus “colegas” de classe foi decepcionante. Eles disseram que o professor era bom, quando queria dar aula. Ele pago para dar aula todos os dias em que foi incluído na grade, e não quando “quer”.

O que dizer destes futuros jornalistas? Eles serão um destes profissionais que apoiarão e criarão estratégias na midia para explorar bundas, esfíncters, e outras coisas.

Por isso, que Deus sempre estará no meu coração e enquanto estiver viva, semearei este pensamento para meus semelhantes.


Beijos,

Flávia

Creezy disse...

É Fla, te mandei sim esse texto ano passado. Obrigada por publicar sua resposta! Boa colaboração!
BJOS!

Alcides disse...

God4ever!

Amiga Cris,
A pergunta é: "O homem existe?"
Acho que o Próprio Deus está fazendo esta indagação, pois ele nos criou à sua imagem e semelhança, mas usamos tantas máscaras que agora ficamos feios.E o pior, não conseguimos mais nos livrar desses disfarces.Li na revista Aventuras na História um texto intitulado "A criação de Deus", no qual fala que muitos deuses já foram inventados, discorre sobre Zeus, Isis, etc, porém só Javé, "que é um Deus tribal, que instruíu Abraão, foi o único que vingou."Segundo a revista, Javé não foi aceito como o Deus da tribo de Israel, porém foi divulgado e propagado para todas as nações.Eu leio muitas coisas, desde o código da Vinci e Paulo Coelho até a Bíblia.Leio por necessidade de saber, mas não acredito em tudo.Acho que o homem que Deus criou não existe mais.Os homens feios que usam máscaras é que agora se acham no direito de dizer o que existe e o que não existe.Talvez pessoas como eu, você e os que respondem este e-mail sejamos os últimos românticos.Quanto àquelas mulheres nuas, deve ser só o que elas têm para mostrar, pois não chegam ao nível de uma Fernanda Montenegro, por exemplo.
Fique com Deus! Sim Ele existe e porque ele vive eu posso crer no amanhã.
Beijos!
Alcides